• LOGIN
  • Nenhum produto no carrinho.

O Violino, sua origem e fabricação: um olhar às raízes históricas.

Conheça a origem do violino e sua fabricação. Viajaremos pela sua história, seus principais personagens e luthiers, e seus exemplares mais famosos.

  As melodias de um violino são facilmente percebidas ao escutarmos uma música. A maestria do violino em reger composições carrega sempre um toque artístico, clássico, poético, dramático, capaz de despertar diferentes emoções aos que ouvem seus arranjos. Saiba tudo sobre a origem do violino e sua fabricação.

Breve história

 Durante toda sua história, o violino que conhecemos hoje tem passado por muitas adaptações. Não existem registros históricos que indiquem com exatidão a origem do violino. Sua essência lírica é herdada de seus parentes originários como a Rabeca do oriente médio, o Fiddle renascentista e a Lira da Braccio. A origem do violino é imprecisa e incerta devido a vários processos de produção e desenvolvimento que se expandiam entre os fabricantes artesãos (conhecidos como luthiers) a partir do século XVI.

-Província de Cremona, Lombardia, ao norte da Itália.
                   Província de Cremona, Lombardia, ao norte da Itália.

  O registro mais antigo do violino vem da cidade de Füssen, Alemanha, quando o luthier Gasparo Duiffopruggar elaborou as primeiras adaptações e a junção de características de outros instrumentos anteriores ao violino, modificando seu design aproximando o violino do instrumento que conhecemos hoje. Porém, foi na Itália que a fabricação de violino ganhou notoriedade.

 A cidade de Cremona, ao norte da Itália, foi o berço de muitas famílias tradicionais de luthiers como os Amati, Guarneri e Stradivari. Durante muitos séculos estas famílias foram responsáveis pela fabricação dos melhores violinos já construídos até então, transferindo conhecimentos e técnicas de geração em geração e preservando a identidade original dos processos de elaboração do violino que cada família priorizava. A cidade de Cremona é reconhecida até hoje pela história marcante das famílias luthiers que lá viveram, bem como seus violinos. Caso visite a cidade, você encontrará muitas atrações envolvendo a origem do violino, como algumas exibições musicais com violinos de mais de 400 anos no museu do Palazzo Communale, palácio medieval que guarda os místicos registros dos grandes luthiers da pequena cidade italiana.

  Nomes como Nicolo Amati, Andrea Guarneri, Giambattista Rogeri, Francisco Ruggieri, Paolo Grancino e Antonio Stradivari são alguns dos famosos luthiers da cidade italiana conhecidos e renomados pela qualidade sonora de seus violinos. Hoje, estes violinos atingem valores inestimáveis, principalmente por toda a bagagem histórica que carregam.

Luthiers e a Fabricação do Violino

  O violino possui muitas variações sonoras, tornando a interpretação de suas composições algo subjetivo que se reflete no ouvinte. O som que ouvimos de cada violino é único, o que torna este instrumento uma verdadeira obra-prima de identidade que dispensa comparações, e demonstra as incríveis habilidades dos luthiers ao fabricarem o violino, atentos a cada detalhe mínimo do instrumento. Estes fabricantes de violinos usam diferentes técnicas de construção, elaboração e montagem dos instrumentos, o que resulta em diversos processos de produção que carregam em sua síntese a originalidade de cada luthier, tornando o violino um instrumento excepcional.

  Entre os vários processos de fabricação de violino, uma destas contribuições merece destaque e surgiu das mãos de um dos luthiers mais notáveis da história: Antonio Stradivari (Cremona, 1644 — Cremona, 18 de dezembro de 1737). Stradivari foi autor de mais de mil instrumentos, entre eles os lendários violinos Stradivarius, inigualáveis por sua qualidade sonora cercada de mistérios até os dias atuais. Mesmo após 300 anos da morte de Stradivari, nenhum outro luthier foi capaz de construir um violino que alcance a qualidade dos violinos Stradivarius. Sua originalidade e sutileza sonora são matérias para muitos estudiosos e luthiers se debruçarem a procura de algo que explique a essência mágica que entoa dos arranjos musicais de um violino Stradivarius. As contribuições de Antonio Stradivari e seus violinos, sem dúvida, ainda influenciarão muitos luthiers e ecoarão pela eternidade no mundo da música.

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=o5Cz8i_hAe8[/embedyt]

 – performance de Antonio de Lorenzi em uma exibição em Cremona, tocando o violino Stradivari 1715 “Cremonese”.

  Não temos dúvidas que o violino é um instrumento autêntico, considerado um dos principais elementos de uma orquestra. Porém, mesmo longe de suas regências orquestradas, as melodias de um violino não perdem sua essência lírica e se destacam em qualquer música que estejam presentes, independente do estilo musical.

  Quer saber mais sobre violino? Confira nossas dicas de afinação de violino e como trocar as cordas de um violino, além escolher o tamanho ideal de violino para você. Não deixe de acompanhar as postagens do Planeta Música e conheça nossa plataforma de ensino musical, aprenda a tocar violino e muitos outros instrumentos sem sair de casa.

0 responses on "O Violino, sua origem e fabricação: um olhar às raízes históricas."

    Deixe sua Mensagem

    Entre em contato

    TERMOS DE USO

    FORMAS DE PAGAMENTO

    Quem está online

    Não há usuários online neste momento
    Planeta Música LTDA. Todos direitos reservados.