• LOGIN
  • Nenhum produto no carrinho.

7 dicas essenciais de manutenção para o seu violão

  Todos nós sabemos que violões são instrumentos sensíveis, inconstantes e suscetíveis a danos causados por mãos desajeitadas ou inexperientes. O problema é que a maioria de nós que tocamos violão, gasta altos valores em nossos instrumentos, porém esperamos alguma coisa dar errado para aí começarmos a tomar os devidos cuidados. Mas saiba, a manutenção de violão pode ser mais fácil do que você imagina.

  Assim como qualquer carro precisa de cuidados e atenção para manter seu motor rodando, um violão se beneficia e muito com a manutenção bem feita. Naturalmente, conhecer um bom luthier é uma ótima solução, porém muitos problemas podem ser resolvidos ou prevenidos com medidas caseiras. Sem que você tenha que recorrer a medidas mais caras.

  Por isso, separamos 7 dicas de manutenção de violão que todo violonista deveria saber.

Entendendo a umidade.

  A grande maioria dos violões, tirando os de fibra de carbono, são feitos de diferentes tipos de madeira. Madeiras essas que são muito reativas à umidade, fazendo da umidade relativa do ambiente onde você guarda seu violão uma questão de vital importância.

  Comparados aos seus primos elétricos como as guitarras, os violões são especialmente mais vulneráveis às questões climáticas graças a sua construção fina e delicada, que traz todo o timbre e projeção dos nossos amigos acústicos, porém também traz a possibilidade de vários problemas.

  Quando o nível de umidade no ar está alto, o violão absorve isso, fazendo-o inchar, causando rachaduras e a separação de peças (como a ponte, que pode começar a levantar).

  Já por outro lado, a falta de umidade no ar pode ser ainda mais séria para o seu violão, pois pode causar rachaduras e empenar o braço do seu instrumento.

  Para evitar problemas com umidade você precisa criar um ambiente estável para o seu violão, com a umidade relativa entre 45-55%. A temperatura do ambiente pode ser ainda mais difícil de se regular, por isso uma das melhores dicas é realmente colocar o instrumento no case durante os intervalos.

  Dicas como essa facilitam a sua manutenção de violão, prevenindo-o de problemas no futuro. 

Limpeza do instrumento

  Limpar o seu violão é a parte mais básica e mais importante no processo de manutenção do seu instrumento. Não importa qual seja, ele merece uma limpeza regular básica. O suor, a pele morta e os óleos naturais da pele afetam não somente a aparência do seu violão como também a sua tocabilidade, podendo corroer trastes e se depositar na escala do violão.

  Mantenha sempre um pano seco e limpo em seu case, e se certifique de dar uma boa limpada do headstock até a ponte do seu violão sempre que parar de tocar.

imagem01

  Para uma limpeza mais pesada você pode usar técnicas como colocar pedaços de fita isolante em volta dos trastes (como vemos na imagem abaixo) e limpá-los com uma esponja de aço. Ficarão brilhando de novo. Para limpeza da escala, esfregue bem com uma flanela para tirar os resíduos que ficam na madeira.

imagem02

Condicionando sua escala

  Ao contrário do corpo do seu violão, a escala quase sempre é deixada inacabada e sem selagem. E por isso é uma das primeiras partes a dar sinal de desidratação. O principal meio de evitar isso é periodicamente passar um produto especifico para isso na sua escala.

  Os melhores condicionadores não vão só hidratar a madeira como vão tirar a sujeira e polir os trastes. Certifique-se que o produto que está comprando é feito para madeira escura, natural e que não contém silicone na sua lista de ingredientes.

  Apenas tome cuidado para não exagerar na dose, já que está aumentando a umidade no braço, e se for demais, será prejudicial. Óleo de peroba é uma ótima opção para hidratação da madeira do braço do violão.

Trocando as cordas

  Cada instrumentista tem o seu ritual na hora de trocar as suas cordas de violão, e existem várias maneiras de se fazer isso. Mesmo não havendo uma regra, é bom tomar alguns cuidados para não danificar o seu violão no meio do processo.

  Primeiro, não é recomendado que você tire todas as cordas do violão de uma vez, pois a mudança brusca de tensão pode desregular completamente seu violão. Imagine, o violão com todas as cordas afinadas numa afinação em E(mi) Standard por exemplo, gera uma grande tensão das cordas esticadas no braço do violão, tire a tensão toda de uma vez, e a madeira vai se modificar.

  Com uma ferramenta como uma chave de fenda por exemplo, você vai por dentro da boca do violão e empurra o pino que segura as cordas nos violões de aço, depois de soltas é claro. Daí, é só soltar da tarraxa, prender a nova, colocar o pino e apertar. Não recomendo você enrolar a corda inteira, então deixe uma sobra e corte a ponta depois de afinado.

Alinhamento do braço

  O alinhamento do braço do violão é sempre uma questão que intimida um pouco os violonistas de todos os níveis. Por isso, sempre indico um profissional para que faça uma análise mais apurada e que faça o trabalho com maior precisão.

  O que você pode fazer é ficar atento aos sinais que indicam que o braço do seu violão pode estar empenado. Trastejamentos são um indício de desregulagem, assim como cordas muito altas e duras para se tocar. Caso um desses sintomas apareçam, coloque sua manutenção de violão em dia.

  Regularmente faça um teste em todos os trastes do seu violão, tocando uma de cada vez. Use um capotraste se isso te ajudar.

Regulando o Nut (Osso)

  O Nut do violão, aquele ossinho na ponte do violão com a marcação do espaçamento das cordas, é outro lugar que merece atenção especial.

  Garantir que o seu nut esteja na altura certa, e que está bem lixado, pode fazer a tocabilidade e durabilidade das suas cordas aumentarem e muito.

Dicas essenciais para manutenção de violão

Armazenamento do seu violão.

  Existem diversas maneiras de se guardar o violão em casa. Cases, suportes de parede, suportes de chão, bag’s e etc. E como nossos instrumentos não são apenas instrumentos, são peças de decoração, você apenas deve se atentar a alguns detalhes para não comprometer a saúde do seu violão na hora de guarda-lo.

  Independente de onde for deixar seu violão, se atente a umidade do lugar, limpe as cordas com uma flanela para evitar mais oxidação, e se possível invista em algum produto de desumidificação que pode ser colocado na boca do violão.

  Se for ficar fora do case, cuidado com o acumulo de poeira, se acumular demais pode danificar seu verniz e até atrapalhar na hora de tocar.

Manutenção de violão

  Seguindo essas dicas para manutenção de violão, você irá garantir que seu violão dure muito mais, e no mais alto nível, não só de higiene, como também de som e tocabilidade. Agora que seu violão está pronto para ser tocado, nada melhor que aprender novas técnicas! Acesse a área de downloads gratuitos ou expanda seus conhecimentos com nossos cursos. 

19 de Janeiro de 2017

0 responses on "7 dicas essenciais de manutenção para o seu violão"

Deixe sua Mensagem

Entre em contato

TERMOS DE USO

FORMAS DE PAGAMENTO

Quem está online

Jonathas Ferreira
Felipe Bedani
top
Planeta Música LTDA. Todos direitos reservados.