• LOGIN
  • Nenhum produto no carrinho.

As Origens do Blues e seus Personagens

  O Blues é um dos estilos musicais mais populares do mundo, e não é à toa. Ele foi promissor de muitos outros estilos como Jazz, Country e o Rock’n Roll, e continua sendo referência para vários segmentos musicais. Como forma de expressão, o Blues representa o reflexo da luta por igualdade em uma sociedade intolerante e opressora, e marca o registro da criação de uma nova cultura popular.

  Neste post, vamos iniciar nossa série de matérias exclusivas sobre o Blues, onde falaremos sobre sua origem, sua expansão pela América, a evolução do violão Blues e as grandes lendas do Blues.

A Origem do Blues

  A história do Blues tem sua origem em Mississipi Delta, cidade situada entre os rios Mississipi e Yazoo. Ao lado de outros distritos importantes como Memphis, a região localizada ao Sul dos Estados Unidos era responsável por grande parte da produção agrícola americana no final do século 19. Muitas fazendas e lavouras cresciam sua produtividade com o passar dos anos, graças ao trabalho escravo da grande população afro-americana concentrada nos povoados do Mississipi Delta. Mas esta população não promoveu apenas o enriquecimento de fazendeiros e produtores. A cultura africana na América moldou diversos padrões culturais europeus que foram herdados da colonização britânica. Fica fácil perceber que as influências da cultura africana são inegáveis no processo de formação da sociedade que conhecemos hoje.

  Em especial no mundo da música, a presença da população afro-americana nos EUA foi responsável pelo primeiro passo para uma evolução musical jamais vista.

  Neste período os EUA enfrentavam um grande paradoxo que dividia o país. Enquanto a Guerra Civil Americana (1861 a 1865) pregava ideais de liberdade e igualdade nos centros urbanos ao Norte do país, os fazendeiros escravocratas do Sul não eram favoráveis aos novos princípios cosmopolitas, e não estavam dispostos a deixar de usar a mão-de-obra barata e exploratória gerada pela escravidão.

  As condições de vida da população afro-americana nesta época eram precárias em diferentes aspectos. Os EUA ainda vivam sobre forte influência das “Jim Crow Laws” (1876 – 1965), leis estaduais que institucionalizaram a segregação racial, impedindo negros de frequentarem determinados espaços públicos, além da restrição de direitos civis à população negra estabelecida anteriormente pelos “Black Codes” (1800 – 1866).

Jovens afro-americanos em protesto contra a restrições de direitos civis à população negra.

  Os afro-americanos eram vítimas de todas as formas de opressão, e o racismo tornou-se uma prática cultural, deixando feridas que permanecem abertas até os dias atuais. Foi este contexto histórico o responsável por impulsionar o nascimento do Blues e de outros estilos como o Jazz, na cidade de Nova Orleans.

  O Blues foi originalmente cantado pelos trabalhadores rurais e escravos das plantações do Mississipi Delta, e tem suas raízes em uma rica mistura da cultura africana com canções tradicionais, os hinos europeus, o folclore americano (conhecido como folk), canções de trabalho e danças countrys e africanas. O Blues era entoado em canções que falavam sobre superar a vida difícil do campo, lidar com o racismo, expor sentimentos e protestar contra a opressão vivida pelos afro-americanos. Antes de assumir o papel de estilo musical, o Blues foi uma importante progressão histórica da tradição oral americana, sendo modelada pelos contextos sociais da época.

  As canções de Blues poderiam ir da alegria mais contagiante à tristeza mais profunda, e fica fácil entender porque este estilo entona uma grande carga de emoções.

  Nascia então uma nova de forma de expressão, e ela refletia diretamente a sociedade de seu tempo. O Blues se tornou conhecido entre os viajantes, e se aprimorou com a interação entre vocais e instrumentos musicais em suas composições, em especial o violão folk, típico do folclore americano.

LEIA TAMBÉM – Tudo sobre as Guitarras Vintage

A Evolução do Blues

  Não demorou muito para o Blues se tornar popular por todo Mississipi Delta. Mesmo com a segregação social e discriminação racial, as canções de Blues já eram conhecidas em boa parte das cidades do Sul. Em Nova Orleans, o Blues influenciou muitos músicos de Jazz, assim como o próprio Jazz favoreceu o crescimento do Blues. Este casamento musical foi um dos importantes passos para a consolidação de uma nova fase do mundo da música, promovida por estilos musicais originais e excêntricos, jamais vistos entre as culturas do homem branco.

LEIA TAMBÉM – 10 Escalas Essenciais de Guitarra

  A esta altura o Blues reunia um grande número de simpatizantes, já que quase um quinto da população americana da época era de origem afro-americana. Os músicos de Blues se apresentavam em diferentes locais das cidades, sempre com as restrições das “Jim Crow Laws”. Apresentações musicais em teatros eram promovidas apenas para clientes brancos, já que as leis não permitiam grande concentração de afro-americanos em locais públicos, além de reservarem locais específicos e separados para negros. Mesmo sob o controle de leis racistas, os afro-americanos não se limitavam apenas às segregadas apresentações em clubes e teatros. Muitos faziam das calçadas e estações de trem grandes palcos para notáveis apresentações de Blues.

  As canções de Blues não tratavam apenas sobre a melancolia e triste realidade racista da época. Muitas delas tinham entonações alegres e serviam como forma de celebração. As primeiras partituras de Blues já assumiam a forma como o conhecemos hoje: sequência de 12 compassos, estrutura lírica AAB e escalas musicais baseadas na pentatônica. As características únicas do Blues foram logo adotadas por muitas igrejas, que incorporavam as composições e estilos do Blues para compor e cantar canções gospel. Muitos pianistas e músicos do Jazz também começaram a usar as escalas musicais do Blues em suas apresentações, tornando-o cada vez mais popular nos povoados de Mississipi Delta e diversas outras regiões do Sul dos EUA.

Grandes Personagens do Delta Blues

  A origem do Blues não pode ser atribuída a uma única pessoa, já que suas canções originais eram cantadas por vários trabalhadores nas plantações e povoados do Mississipi Delta. Mas a história do Blues teve personagens marcantes, que foram fundamentais em sua ascensão.

W.C. Handy

  Um deles é W.C. Handy, considerado por muitos como o “Father of The Blues”. William Christopher Handy nasceu em 1873 no distrito do Alabama, Estado vizinho ao Mississipi Delta. Filho de escravos, Handy trabalhou em diversas fazendas da região, e teve contato com a música que era entoada pelos trabalhadores nas plantações. Aquela atmosfera despertou seu interesse pela música, e mesmo crescendo em uma casa onde era proibido instrumentos musicais, Handy gastava horas praticando violão e trombeta escondido em locais da fazenda.

 Não demorou muito para o talento de W.C. Handy aflorar e contagiar a todos em sua volta. Handy se tornou professor de música no Alabama, mas logo deixou a profissão para formar sua primeira banda em 1903, na cidade de Clarksdale em Mississipi. A banda se chamava “Knights of Pythius Orchestra”, em referência à história da mitologia grega de Damão e Pítias, mito que simboliza lealdade, confiança e amizade verdadeira.

W.C. Handy (1873 – 1958)

  Em uma de suas viagens, Handy ouviu um músico em uma estação de trem, que tocava seu violão de uma forma peculiar. O artista de rua utilizava uma faca para pressionar as cordas e produzir sons mais metálicos e brilhantes, deslizando a lâmina numa progressão de três acordes. A canção descontraiu a monótona viagem de trem alegrando e entretendo todos os passageiros, principalmente a Handy, que com seu talento musical incorporou a estrutura sonora de 12 compassos daquela canção às escalas de  Blues. Os vocais consistiam em quatro compassos, que eram repetidos e logo após recebiam a resposta de uma terceira linha de vocais. Esta técnica foi chama de “call and response” e Handy adicionou a estrutura lírica AAB às composições formando a estrutura do Blues como o conhecemos hoje.

  Ao se mudar para Memphis, no Tennessee, Handy foi convidado para compor uma melodia para a campanha eleitoral do prefeito EH ‘Boss’ Crump. A canção foi intitulada de “Memphis Blues”, e foi a primeira canção conhecida escrita e publicada em folhas com partituras. Handy continuou como líder de sua banda, e seu trabalho e contribuições se tornaram um legado no mundo da música, fazendo de Handy um dos principais pioneiros do Blues.

Gertrude Malissa ‘Ma Rainey’

  Assim como W.C. Handy, Ma Rainey foi uma das personagens marcantes na história do Blues. Nascida em Columbus, na Georgia, Gertrude Malissa Nix Pridgett Rainey já mostrava seu talento para música aos 12 anos, quando cantou em um show de calouros na cidade ao Sul dos EUA. Aos 16 anos, Ma Rainey viajou entre as cidades do Sul em busca de shows e apresentações.

 Ao chegar em Clarksdale no Mississipi, Gertrude ouviu uma jovem cantando sobre um amor perdido, entoando uma forte carga de emoção ao cantar a música. Ma Rainey, com sua experiência e talento musical, usou como referência as entonações da jovem cantora e aprimorou as técnicas de canto com sua voz única, resultando em canções excêntricas e notáveis cantadas por uma voz jamais vista entre músicos de Blues.

  Gertrude Malissa recebeu o título de Ma Rainey após se casar com William ‘Pa’ Rainey, comediante, músico e dançarino. Juntos eles formavam o par que ficou conhecido como “Ma and Pa Rainey – The Assassinators of the Blues”. Ma Rainey foi a primeira cantora de Blues a ter suas canções gravadas em estúdio, e seu trabalho influenciou músicos renomados do Blues como Louis Armstrong e a cantora Bessie Smith.

  Após 20 anos cantando em diversos teatros dos EUA, Ma Rainey encerrou sua carreira com vários trabalhos gravados e vendidos por todo território americano, além de apresentações memoráveis em grandes teatros da época deixando seu nome registrado para sempre na história do Blues.

O Delta Blues

  O Estado de Mississipi é considerado o berço do Blues. Nesta região localizada ao Sul dos EUA, muitos músicos se tornavam adeptos da nova estrutura musical que se popularizava entre os povoados da região. Clubes de dança, lanchonetes e restaurantes, estações de trem, entre outros ambientes respiravam através das canções de Blues. Muitos trabalhadores se entretiam em suas horas vagas escutando e dançando músicas de Blues, conhecidas em todos os cantos do Delta.

   A grande densidade de músicos desta região fez surgir um estilo único de Blues, chamado de “Delta Blues”, típico por riffs de violão que se repetem acompanhados por linhas de vocais estruturadas em AAB, com uma grande carga lírica que emocionava e entretia os trabalhadores do campo. Assim como W.C. Handy e Gertrude Ma Rainey, muitos outros artistas começaram sua carreira musical no Mississipi Delta, em especial na cidade de Clarksdale.

  Fora de Clarksdale, ainda em Mississipi, na fazenda de Will Dockery, havia um músico notável do Blues mas que foi pouco conhecido devido às restrições dos patrões brancos de onde morava. Seu nome era Henry Sloan, e sua reputação era conhecida por muitos músicos, trabalhadores e amantes do Blues. A fazenda Dockery também foi responsável por lançar outros músicos do Blues como Charlie Patton, Willie Brown, e Son House, que tocavam juntos trocando melodias, músicas e outros estudos sobre os padrões musicais do Blues. Além disso, estes músicos viajavam entre as cidades do Delta compartilhando suas melodias, e fortalecendo a difusão do Delta Blues.

LEIA TAMBÉM –  A Evolução das Guitarras Blues

  Outros músicos como Tommy Johnson, Joe Callicott, Sam Carr, HoneyBoy Edwards e o famoso Robert Johnson, também aderiram a esta nova escola do Blues. A cidade de Bentonia, outro distrito do Mississipi Delta, abrigava a escola musical de Skip James, músico que dedicou sua vida ao Blues ensinando técnicas vocais específicas como falsetes e outros métodos de canto que enriqueceram ainda mais o Delta Blues.

  O Delta Blues se tornou conhecido em todos os distritos de Mississipi, e foi um dos estilos pioneiros do Blues que projeta suas influências até os dias atuais.

  Quer saber mais sobre o Blues? Confira nossa matéria sobre a grande expansão do Blues pelos EUA e pelo mundo. Acompanhe nossos conteúdos e fique por dentro de tudo sobre o Blues entre outros diversos segmentos musicais. Torne-se um assinante e tenha acesso a diversos conteúdos exclusivos do Planeta Música, ou divirta-se com nosso vasto acervo gratuito. Bons estudos!

0 responses on "As Origens do Blues e seus Personagens"

Deixe sua Mensagem

Entre em contato

TERMOS DE USO

FORMAS DE PAGAMENTO

Quem está online

Jonathas Ferreira
Felipe Bedani
top
Planeta Música LTDA. Todos direitos reservados.